O hemograma completo é um tipo de exame de sangue feito para medir a saúde geral do paciente. É muito usado para diagnosticar distúrbios como anemia, doenças autoimunes e leucemia. O exame consiste na medição dos níveis de glóbulos vermelhos (hemácias), brancos (leucócitos) e plaquetas.

Trata-se de um dos tipos de exame de sangue mais pedidos pelos médicos nos exames de rotina. Isso porque ele avalia a saúde de um modo geral, calculando a quantidade e forma dos três tipos de células básicas presentes no sangue.

Quais são as células básicas presentes no sangue?

As células analisadas pelo hemograma são as três principais presentes no sangue, são elas:

Hemácias: glóbulos vermelhos, responsáveis pelo transporte de oxigênio pelo organismo;

Leucócitos: glóbulos brancos, responsáveis pelo sistema de defesa do organismo, auxiliam no combate a infecções;

Plaquetas: fragmentos de células que são produzidos na medula óssea, responsáveis pela coagulação do sangue.

Quando o hemograma deve ser feito?

Geralmente o hemograma é pedido como um exame de rotina para verificar a saúde geral do organismo. Entretanto, o médico também poderá solicitar o exame para diagnosticar alguma condição, como asma, ou caso o paciente apresentar alguns sintomas ou doenças, como:

• Cansaço;

•  Fraqueza;

• Sangramento intenso da pele, nariz ou gengivas;

• Manchas roxas grandes ou em grande quantidade;

• Infecções ou inflamações;

• Anemia;

• Policitemia;

• Doenças do sangue.

• Além disso, o exame também pode ser feito para verificar se o corpo está reagindo bem a um tratamento medicamentoso ou de radiação, se os valores de células estão normais, antes de uma cirurgia, ou para analisar a quantidade de sangue perdida em uma hemorragia.

 Gestantes podem fazer o hemograma?

• Não existe qualquer contraindicação para esse exame, pois é feito somente com a extração do sangue. Portanto, qualquer um pode fazê-lo, inclusive gestantes.

Como se preparar e quais os cuidados após um hemograma?

• Não há nenhum preparo específico para esse exame, pode-se comer e beber normalmente. Porém, é indicado evitar exercícios físicos na véspera e bebidas alcoólicas nas 48 horas antes do exame, além de sempre informar caso o paciente use algum medicamento.

• Também deve-se sempre avisar caso esteja grávida ou menstruada, pois essas condições podem alterar os valores do teste.

• Caso a amostra coletada seja utilizada para qualquer outro teste, o médico ou profissional da saúde irá recomendar os preparos necessários.

• Assim como a preparação, o exame não exige qualquer cuidado após o mesmo, e o paciente poderá seguir o dia normalmente. Porém, caso seja recomendado jejum antes do hemograma, o paciente poderá se alimentar regularmente após a coleta.

Riscos do hemograma

Os riscos de um exame de hemograma completo são quase inexistentes e extremamente raros. Em pessoas saudáveis, pode ficar um hematoma na região onde o sangue foi coletado e, em alguns casos, a veia também pode ficar inchada. Para reduzir o inchaço, basta fazer compressas geladas várias vezes ao dia.

Caso o paciente utilize medicamentos anticoagulantes ou tenha problemas de coagulação, pode ocorrer sangramento contínuo após a coleta. Nesses casos, o profissional da saúde deve ser avisado antes do exame.

Informações: https://minutosaudavel.com.br/hemograma-completo-para-que-serve-e-valores-de-referencia/